REGRAS DO HÓQUEI EM PATINS NO BRASIL
Por Marcelo Albuquerque



Download das regras oficiais do CERH: regras.pdf (902KB)



O Hóquei sobre Patins é um dos esportes mais bonitos da terra. Reunindo a velocidade dos patins e a dinâmica da coletividade, ele se torna agradavelmente convidativo. Mas quais são suas regras básicas? Confira:

AS EQUIPES:

Disputado entre duas equipes de até 10 atletas, munidos de patins de rodas e estiques, numa pista retangular plana e lisa, tem como objetivo introduzir a bola na baliza(gol) da equipe adversária. Destes atletas, 5 serão obrigatórios, como formação inicial mínima: 3 jogadores e 2 goleiros. Os 5 restantes podem ser jogadores ou goleiros.

No decorrer da partida, apenas 4 jogadores e 1 goleiro podem ficar na quadra, sendo expulsos atletas extras. O número de substituições é livre, sem nenhuma paralização, exceto para a substituição do goleiro.

As equipes deverão equipar seus atletas com camisetas, que devem estar por dentro dos calções, da cor do clube ou nação que representam, podendo conter nelas publicidade. A numeração varia de 1 a 10, ficando os números extremos para os goleiros, cuja cor da camisa é diferente da de seus companheiros. Caso hajam goleiros extras, devem ocupar numeração decrescente a partir do 9. O capitão da equipe deve usar uma braçadeira que o identifique.


A PISTA:

As balizas são armações tubulares de ferro, pintados de laranja fluorescente e sem cantos vivos. As redes, não metálicas, devem ser resistentes aos mais violentos arremates, auxiliada por uma rede interna de algodão, com a finalidade de reter a bola após um gol. Se ela for deslocada intencionalmente, será marcado pênalti.

Faixas e cartazes de publicidade podem ser fixados no lado interior das tabelas, desde que não constituam perigo para os jogadores e respeitem a distância mínima de 30 cm do solo, que não prejudique a visibilidade da bola. As que forem pintadas na própria pista, não podem atrapalhar as linhas de marcação. Os cantos da pista, fechada em seus quatro lados, são semi circulares e consistem em zonas de passagem, onde os jogadores, quando em pose da bola, não podem parar com a finalidade de fazer o tempo passar.


O JOGO:

Uma partida de Hóquei tem dois períodos que variam de 15 a 25 minutos efetivos, dependendo da faixa etária dos participantes. Além do intervalo de 5 minutos entre os períodos, cada equipe pode solicitar apenas uma parada (time-out) de 1 minuto, por período, para que sejam feitas alterações técnicas. Em caso de jogadores lesionados na pista, o time-out só será contado após atendimento do mesmo.

Em partidas que necessitarem de vencedor e terminarem empatadas, será realizada, após 3 minutos, prorrogação de mais dois períodos de 5 minutos, sem intervalo entre eles. Caso persista o empate, serão cobradas penalidades máximas com arremate direto ao gol dos quais não poderão participar jogadores que estavam suspensos ao fim da prorrogação. Cinco jogadores diferentes de cada equipe cobrarão alternadamente a primeira série. A Segunda série, cobrada em caso de novo empate, alternará uma grande penalidade, batida pelo mesmo jogador, até o fim da igualdade.

Cada equipe tem 10 segundos para ultrapassar a linha de anti-jogo, que limita em 22metros a área de ataque, e não pode retornar. Equipes que executarem jogo passivo, serão advertidas e, na reincidência, será encerrado o jogo.

Um ou dois árbitros se encarregarão de fazer cumprir as regras do jogo, ajudados por dois cronometristas. Ele devem verificar se as balizas e marcações da pista estão corretas, fazendo ratificações quando necessário.



INFRAÇÕES:

Diferente do que acontece no Hóquei sobre gelo, no Hóquei sobre Patins, todo contato físico intencional entre adversários são penalidades. Faltas em atacantes que acontecerem dentro da área do goleiro dos defensores, serão penalidades máximas (pênaltis), na qual o jogador executa um chute livre ao gol. Durante sua execução, os demais jogadores deverão estar na área do goleiro oposta, de modo a permitir liberdade ao batedor. Faltas graves fora da área resultarão em tiro livre direto, na qual o jogador conduz livremente a bola até a baliza adversária, enquanto os demais jogadores estão dentro da área oposta. Demais faltas serão cobradas no local, com bola parada, sem que haja autorização do árbitro.

Se uma equipe cometer 10 faltas, será penalizado com um tiro livre direto. A partir deste momento, novo livre direto será marcado a cada 5 novas faltas. No pênalti, o atacante deve finalizar direto ao gol, mas, até recentemente, ele podia escolher conduzir a bola até a porta do gol, para enganar o goleiro, ou chutar.


Existem casos no Hóquei em que o juiz fica em dúvida de qual equipe está com posse da bola. Nestes casos, ele marca um golpe duplo(double stick). Nele, dois jogadores adversários, frente à frente, tentarão apoderar-se da bola após apito do árbitro. Se um deles tocar na bola antes da autorização, será marcada falta contra sua equipe. Em outros casos, o juiz também pode marcar o golpe duplo: Paralisações do jogo sem que tenha havido infração, caso a bola tenha entrado no gol irregularmente após saída de jogo ou fique presa na estrutura da baliza ou retida com o goleiro (desde que acidentalmente, ou será marcado pênalti).


Faltas como puxar o atleta por trás, são punidas com expulsão e tiro livre direto Quando atletas excedem o espírito esportivo e merecerem ações disciplinares, podem ser advertidos pelos árbitros, mesmo que estejam no banco de reservas. As advertências serão informadas a ele, através de cartões: o amarelo, é uma advertência simples; o azul, expulsão temporária de 2 a 5 minutos, e o vermelho, expulsão definitiva do jogo. Se no decorrer do jogo, penalizações fizerem uma equipe ficar com apenas um jogador e o goleiro na pista, será dada vitória a equipe adversária. Caso a redução tenha sido função de lesões, o jogo pode ser repetido.


A linha de meio da pista separa a zona de ataque da zona de defesa (linha do anti-jogo). A equipe de posse da bola, pode voltar para a linha de defesa por apenas 5 segundos.



EQUIPAMENTOS:













O material de Proteção, acolchoado, não é obrigatório, mas se trona essencial para a segurança do atleta







Os patins, cuja as rodas devem rolar normalmente, podem ser os tradicionais ou os indomáveis patins In-line






Os estiques, que medem de 90 a 115 cm e pesam 500 gramas, não podem ser feitos e nem conter reforços metálicos. Normalmente são de madeira resinada e não podem ser levantados acima dos ombros. É a única parte do jogador que pode tocar a bola



A bola, de cor diferente da pista, é feita de cortiça emborrachada e atinge até 100km/h quando bem chutada ao gol. Pesa 155g e não pode ser levantada a mais de 1,5 metro do chão



O material do goleiro é maior e mais resistente, porque é muito forte o impacto sobre seu corpo.
Apesar de ser permitido a todos os jogadores, normalmente o goleiro é o único que usa capacete.
O Estique do goleiro também é diferente e pode ser mais grosso.