Busca por notícias:      
Exibindo todas as notícias de Novembro de 2013. Veja outras notícias escolhendo o mês e ano:
2016: Julho - Junho - Abril - Março - Fevereiro
2015: Junho - Maio - Abril - Março - Fevereiro - Janeiro
2014: Dezembro - Novembro - Outubro - Setembro - Agosto - Junho - Maio - Abril - Março - Fevereiro
2013: Dezembro - Novembro - Outubro - Setembro - Agosto - Julho - Junho - Maio - Março - Fevereiro - Janeiro
2012: Dezembro - Novembro - Outubro - Setembro - Agosto - Julho - Junho - Maio - Abril - Março - Janeiro
2011: Dezembro - Novembro
1997: Setembro - Agosto - Julho - Abril - Março



CSP cancela Sulamericano 2013
Depois de munita confusão, evento está cancelado
Por Marcelo Albuquerque (maebee) - 30 de Novembro de 2013 - 23:00h
Última edição: 11 de Março de 2015 - 19:55h


Depois de toda confusão ocorrida no Campeontao Sulamericano, a Confederación Sudamericana de Patín (CSP) cancelou o evento.
Sendo assim, fica cancelado o título do Petroleros YF de Mendoza e todos os resultados.
Mais uma vez, quem perde é só o Hóquei.

Colaborou: Site Oficial da CBHP




Petroleros de Mendoza vence Sulamericano 2013
Evento foi marcado por muita confusão
Por Marcelo Albuquerque (maebee) - 30 de Novembro de 2013 - 23:00h
Última edição: 11 de Março de 2015 - 21:37h


Terminou depois de muita confusão o Campeonato Sulamericano de 2013. A equipe do Petroleros YPF, de Mendoza, Argentina, ficou com o título depois de vencer o Club Atletico Unión, por 5x1.
O evento foi marcado por muita confusão, depois que os atuais campeões, os pernambucanos do Sport Clube do Recife, foram desclassificados unilateralmente por estarem, supostamente, usando jogadores irregulares.
O bem da verdade é que a inscrição dos três estrangeiros que a equipe do Recife levou para o Chile poderia ser contestada, mas a forma como foi feito levantou muita confusão, e expôs a briga política que envolve Brasil e Chile pelo controle do Hóquei sulamericano.
Para enteder o caso, consta o regulamento do campeonato que, cada equipe, pode contar com até dois reforços. O Sport contava com três estrangeiros: Fabricio Marimont, Juan Jose Soria e Jorge Martin Maturano. A Confederação Brasileira de Hóquei e Patinação emitiu um comunicado atestando que um dos estrangeiros faz parte da equipe regular do Sport e, por isso, não é considerado reforço. O documento não foi aceito.
Segundo o chileno Armando Quintanilla, um atleta não é considerado reforço quando mora ou estuda na cidade e faz parte do elenco da equipe. Para ele, o Sport usou um subterfúgio de matricular o estrangeiro num curso de ensino à distância para tentar fazer dele um atleta do elenco.
Diante do impasse, Sr. Victor Hugo Martinez, outro chileno que já esteve envolvido com o escândalo do Mundial Feminino, no mesmo Chile, tomou a decisão de desclassificar o Sport, sem ter direitos para tal. Ele é apenas secretário da CSP.
Em meio à confusão, a equipe de pernambuco entrou na quadra para disputar a semi-final que julgava ter direito, e a confusão foi armada. Com três equipes na pista, não houve jogo e a polícia teve de ser acionada. A rodada foi adiada para a manhã de sábado.
No outro dia, o Sport voltou a quadra e os organizadores cancelaram os jogos, decidindo que fariam somente a final do evento, com os dois primeiros classificados dos grupos.
Foram arrumados dois juízes locais para arbitrarem a partida que terminou com a palhaçada completa.


GRUPO A
Classificação Equipe Pontos Vitórias Empates Derrotas Gols Pró Gols Contra Saldo Gols
1 Club Atletico Unión (Argentina) 6 2 0 1 11 6 5
2 Sport Club do Recife (Recife, Pernambuco)* 3 1 0 1 11 10 1
3 Estudiantil San Miguel (Chile) 0 0 0 1 5 11 -6
*Desclassificado
JOGOS
1ª rodada - 26 de novembro de 2013
20h00 - Estudiantil San Miguel 1x5 Club Atletico Unión
2ª rodada - 27 de novembro de 2013
20h00 - Estudiantil San Miguel 4x6 Sport Club do Recife
3ª rodada - 28 de novembro de 2013
20h00 - Sport Club do Recife 5x6 Club Atletico Unión


GRUPO B
Classificação Equipe Pontos Vitórias Empates Derrotas Gols Pró Gols Contra Saldo Gols
1 Petroleros YPF (Argentina) 6 2 0 1 9 6 3
2 Universidad Catolica (Chile) 3 1 0 1 6 7 -1
3 San Agustin (Chile) 0 0 0 2 3 5 -2
JOGOS
1ª rodada - 26 de novembro de 2013
22h00 - San Agustin 2x3 Petroleros YPF
2ª rodada - 27 de novembro de 2013
21h30 - Universidad Catolica 2x1 San Agustin
3ª rodada - 28 de novembro de 2013
21h30 - Universidad Catolica 4x6 Petroleros YPF

SEMI-FINAIS
30 de novembro de 2013
Club Atletico Unión x Universidad Catolica - Não houve o jogo. Foi determinado que o Unión disputaria a final
Petroleros YPF x Estudiantil San Miguel/Sport Club do Recife - Não houve o jogo. Foi determinado que o Petroleros disputaria a final

FINAIS - 30 de novembro de 2013
Disputa de 5º/6º lugar- Não houve
Disputa de 3º/4º lugar- Não houve
FINAL
Club Atletico Unión 1x5 Petroleros YPF

Colaborou: Site Oficial do Sport Recife e www.radioarodar.cl




Benfica goleia Sport na final do Intercontinental
Time português conquista o título pela primeira vez
Por Marcelo Albuquerque (maebee) - 16 de Novembro de 2013 - 22:00h
Última edição: 11 de Março de 2015 - 19:35h


A equipe portuguesa do Sport Lisboa e Benfica derrotou a equipe pernambucana do Sport Club do Recife no jogo único da Taça Intercontinental, equivalente ao Campeonato Mundial de Clubes, por um elástico 10x3.
O Sport se qualificou para jogar este jogo por ser o atual campeão Sulamericano. O benfica, por ter vencido a Liga Européia. O jogo foi disputado no Palácio dos Desportos de Torres Novas.
Esta foi a 14.ª edição do troféu, mas apenas a segunda vez que uma equipa portuguesa a conquistou, depois de em 1992 o Óquei de Barcelos ter derrotado os também brasileiros do Sertãozinho.
Marcaram os gols da partida Carlos López(2), Diogo Rafael(2), Valter Neves(2), Marc Coy, João Rodrigues, Diogo Neves e Miguel Rocha. Pelo Sport Recife marcaram Felipe Castro (1) e Fabrício Marimont (2).
Este era o troféu que faltava ao Benfica, que agora se junta à Liga Europeia (1), Taça CERS (2), Taça Continental (2), Campeonato Nacional (21), Taça de Portugal (13) e Supertaça António Livramento (7).

Colaborou: Tiago Silva