Busca por notícias:      
Exibindo todas as notícias de Setembro de 1997. Veja outras notícias escolhendo o mês e ano:
2016: Julho - Junho - Abril - Março - Fevereiro
2015: Junho - Maio - Abril - Março - Fevereiro - Janeiro
2014: Dezembro - Novembro - Outubro - Setembro - Agosto - Junho - Maio - Abril - Março - Fevereiro
2013: Dezembro - Novembro - Outubro - Setembro - Agosto - Julho - Junho - Maio - Março - Fevereiro - Janeiro
2012: Dezembro - Novembro - Outubro - Setembro - Agosto - Julho - Junho - Maio - Abril - Março - Janeiro
2011: Dezembro - Novembro
1997: Setembro - Agosto - Julho - Abril - Março



Campeonato Paulista de 1997
Recomeçam as disputas depois da paralisação
Por Marcelo Albuquerque (maebee) - 30 de Setembro de 1997 - 23:00h
Última edição: 02 de Abril de 2015 - 10:12h

Recomeçou o Campeonato Paulista de 1997, após paralisação devido ao Campeonato Mundial de Seleções.
Sertãozinho e Palmeiras seguem como líderes da categoria principal, enquanto, no juvenil, a qrande estrela é a equipe da Portuguesa, que busca o bicampeonato.
As categorias mirim e infantil seguem bem disputadas.
A nova categoria, o Aspirantes Feminino tem tido um bom desempenho e apresenta a Portuguesa como líder.
No principal feminino, a Portuguesa está em primeiro, mas pela primeira vez na história de sua superequipe, ela deixou de conquistar a vitória: cedeu um empate à AABB, a 45 segundos do fim.
A grande novidade deste campeonato é a implantação dos Play Offs na categoria principal masculina. Os 4 primeiros colocados farão um mini-torneio de definirá o campeão paulista de 1997.
Vale lembrar que os dois últimos campeonatos da categoria adulto foram decididos no tapetão e esse sistema propicia uma disputa justa.

RESULTADOS:

PRINCIPAL ADULTO MASCULINO (1°turno)
Palmeiras 4x4 Portuguesa
Internacional 0x6 Portuguesa
Literário 3x7 Palmeiras
Palmeiras 9x1 Internacional
Sertãozinho 6x1 Portuguesa
Literário 4x3 Portuguesa
Bauru 1x2 Portuguesa

ASPIRANTES FEMININO (1° turno)
Palmeiras 0x4 Portuguesa
Sertãozinho 2x2 Portuguesa
AABB ?x? Palmeiras
Sertãozinho 3x3 AABB
Portuguesa 2x2 AABB

PRINCIPAL ADULTO FEMININO (1°turno)
Sertãozinho 1x2 Portuguesa
Sertãozinho 2x2 AABB
Portuguesa 2x2 AABB





Brasil termina Mundial em 5º lugar
Colocação está entre as melhores da história
Por Marcelo Albuquerque (maebee) - 22 de Setembro de 1997 - 12:00h
Última edição: 02 de Abril de 2015 - 09:51h


Apesar de todas as críticas que foram feitas à Seleção Brasileira antes do Campeonato Mundial, disputado em Wuppertal, Alemanha, os atletas conseguiram manter o país entre as cinco primeiras nações do Mundo.
O atacante Didi, do Alcobendas da Espanha, foi considerado o melhor jogador Brasileiro, seguido do goleiro estreante André, do Literário Sertanezino, que começou como reserva e ganhou a posição de titular, fazendo de Portugal 3x2 Brasil, sua melhor partida.
O Brasil foi para a Alemanha desacreditado, já que a maioria dos principais jogadores que atuam no país, não puderam se apresentar. Jogadores como Luzardo Silveira (Dinho) e Mauricio Lázaro, da Portuguesa; Marcello Cavallaro, Mário Cavallaro (Pitcho) e Fernando Louzada do Palmeiras, são exemplos. O Brasil passou quase um mês na Europa, onde participou de diversos torneios preparatórios para o mundial.
Dos torneios que o Brasil participou, o mais importante foi o torneio comemorativo dos 50 anos do primeiro título mundial de Portugal, em que o Brasil foi convidado de honra. Apesar do significativo 5o. lugar o Brasil foi um mero coadjuvante.
Coube então ao técnico Silvio Belancacco reorganizar a equipe e torná-la competitiva. Convocou Lauro Terroso, para o lugar do jovem atleta pernambucano Cacau, do Minho (que foi convidado para jogar no Barcelos, de Portugal), e corrigiu sérios defeitos da equipe. Assim, apesar de alguns tropeços, a jovem equipe brasileira conseguiu manter-se entre as 5 melhores nações do Mundo. E, por apenas 2 gols, Didi deixou de ser o artilheiro do campeonato, título que ainda é inédito para o hóquei masculino do Brasil. Didi ficou dois gols atrás do artilheiro, o italiano Alessandro Michielon.
A Seleção foi formada por Antônio Cavallaro(Tuca), Flávio Guidi, Rodrigo Brás(Trolles), Amauri, André Borges, Andre (Dé), Jurandir da Silva (Didi), Lauro Terroso e os irmãos Alan e Karan Karan. O goleiro Fernando Silva e o Atacante Cacau, não puderam ser inscritos mas acompanharam a delegação durante todo o Campeonato.